A Importância da Equipotencialização

Tomaz Delevedove – Engenheiro Eletricista / Supervisor de Obras na Masstin


Qual a importância da equipotencialização nas plantas administrativas, comerciais e industriais?


Sabendo que o objetivo de um Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA) é a proteção de edificações e pessoas, de correntes de altíssima intensidade, conduzindo-as de forma segura, até o sistema de aterramento, se faz necessário reduzir as diferenças de potencial criadas pela condução destas correntes, de modo que todos os componentes metálicos da estrutura devem ser interligados através de condutores elétricos, para que tenhamos a menor impedância possível entre eles.


Portanto a equipotencialização é justamente a interligação das partes metálicas da instalação, envolvendo ou não o aterramento, tendo como objetivo limitar as diferenças de potencial entre os sistemas elétricos e seus componentes metálicos.


De forma simplificada para entendimento, podemos dizer que o aterramento limita a duração das sobretensões, enquanto a equipotencialização reduz a sua intensidade. Ambas são medidas de proteção, porém elas têm objetivos diferentes. Sabendo que a natureza não obedece a leis ou normas, sempre que uma corrente elétrica tiver disponível dois, ou mais, caminhos para seguir, ela irá dividir-se buscando sempre o caminho mais rápido e fácil, de maneira inversamente proporcional a dificuldade de passagem. Ou seja, quanto menor for a impedância dos condutores de equipotencialização, maior será a parcela da corrente de surto conduzida por eles, e menor a parcela que passará através dos nossos circuitos elétricos de energia e de sinal.


Além de eliminar as diferenças de potencial, a equipotencialização determina o caminho que as correntes de surto devem seguir. Sem a equipotencialização sempre irá haver o risco de centelhamentos entre partes da instalação, ou correntes de surto conduzidas por caminhos indesejáveis, como o interior dos equipamentos eletrônicos.


Principais efeitos da falta de equipotencialização em plantas:


  • Falhas em sistemas de comunicação;

  • Instrumentos de medição com leitura ou precisão danificados;

  • Aquecimento anormal de inversores, conversores, etc, aumentando a corrente elétrica;

  • Travamentos constantes de computadores.


Resumindo, uma equipotencialização eficaz, junto a um sistema de aterramento eficiente, preserva o patrimônio e asseguram a vida humana.



10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo